FATESA: CURSOS DE ULTRASSONOGRAFIA VETERINÁRIA E PÓS GRADUAÇÃO

Blog

  1. Home
  2. Blog

Blog

Radiologia Veterinária, o que é? Quando é utilizada?

13/12/2018

0 comentário

Você já ouviu falar ou precisou fazer um exame de Raio X? Tenho certeza que muitos que estão lendo este artigo já precisaram desse famoso exame de Diagnóstico por imagem. Você sabia que além da aplicação em humanos este tipo de exame também é um grande aliado para diagnosticar os animais? Esta é a Radiologia Veterinária.

O que é a Radiologia?

A radiologia usa a radiação (ionizante e não ionizante) para avaliar e diagnosticar as estruturas internas do paciente, tornando o uso desses equipamentos ideal para diagnosticar, acompanhar e tratar doenças.

A radiologia veterinária se desenvolve a passos largos e suas aplicações tem se tornado cada vez mais presente no dia a dia do médico veterinário, os principais tipos de exame utilizados são: Raio-x, tomografia computadorizada, ressonância maginética, radioterapia e medicina nuclear.

Quando utilizar a Radiologia Veterinária?

Ao receber um paciente, nem sempre é evidente o problema ou a doença acometida. Descobrir o que se passa com um animal de estimação não é tarefa fácil e requer sensibilidade do veterinário, o relato preciso dos sintomas apresentados pelo dono, e os resultados de exames laboratoriais diversos, além disso, os exames de diagnóstico por imagem entram nesse contexto para auxiliar no diagnóstico e tratamento do paciente.

Um diagnóstico feito por meio de imagens permite saber qual região do corpo do pet está sendo afetada e qual a extensão da doença. Este é um ponto crucial para decidir quando uma intervenção cirúrgica é necessária, por exemplo, além de orientar o médico veterinário no procedimento a ser escolhido.

Vantagens para o médico veterinário.

Com o avanço da tecnologia a aquisição de aparelhos científicos e radiológicos tornou-se acessível ao mercado para vários profissionais da área da saúde, dentre eles o médico veterinário. 

Profissionais que antes encaminhavam seus pacientes para clínicas especializadas em Radiologia Veterinária deparavam com situações desconfortáveis, indo desde a locomoção do animal para outro local, longo período de espera para o laudo radiológico, custo elevado na realização do exame além do descontentamento do proprietário do animal com o atendimento esterno e outras situações que geram intercorrências. 

O número de hospitais e clínicas veterinárias que oferecem serviços de diagnósticos vem aumentando consideravelmente nos últimos anos, pois além de oferecerem serviços de radiodiagnósticos e análises clinicas, otimizam a clínica do animal salvando vidas além da satisfação do seu proprietário. 

O investimento necessário para a compra de um aparelho de raios-x para uso em animais de médio e pequeno porte é relativamente baixo, algo em torno dos quinze mil reais aproximadamente, considerando a necessidade da preparação da sala com barita, laudos especiais além dos acessórios radiológicos como reveladora, filmes, negatoscópio, cone, divisor, aventais, protetores de tireóide, luvas e óculos de chumbo dentre outros materiais necessários e indispensáveis.Estatística esta considerada positiva em relação ao custo benefício os quais o mesmo oferece ao investidor. 

No entanto o veterinário deve dar atenção para algumas normas e conceitos sobre proteção radiológica e os riscos de contaminação os quais são muito importantes e merecem cuidados.Temos a informação que há fornecedor de aparelhos de raios-x de utilização veterinária que informam não ser necessário o uso de baritas para seus aparelhos, pois são equipamentos de baixa voltagem e kilovoltagem o que pode gerar erros de interpretação ocasionando contaminação operacional, pois nestes casos muitas vezes se entende não ser necessário o uso de vestimenta de chumbo para proteção, o que é muito preocupante.

Como posso entrar nesse mercado?

Na FATESA VET temos o curso de Pós-graduação em Radiologia Veterinária que possibilita ao profissional adquirir conhecimento e capacitação para atuar na prática de RADIOLOGIA veterinária de pequenos animais, aprimorar estudos radiológicos, participar de pesquisas científicas na área de diagnóstico por imagem e obter informações atualizadas nos diferentes segmentos da radiologia veterinária.

Você já ouviu falar ou precisou fazer um exame de Raio X? Tenho certeza que muitos que estão lendo este artigo já precisaram desse famoso exame de Diagnóstico por imagem. Você sabia que além da aplicação em humanos este tipo de exame também é um grande aliado para diagnosticar os animais? Esta é a Radiologia Veterinária.

O que é a Radiologia?

A radiologia usa a radiação (ionizante e não ionizante) para avaliar e diagnosticar as estruturas internas do paciente, tornando o uso desses equipamentos ideal para diagnosticar, acompanhar e tratar doenças.

A radiologia veterinária se desenvolve a passos largos e suas aplicações tem se tornado cada vez mais presente no dia a dia do médico veterinário, os principais tipos de exame utilizados são: Raio-x, tomografia computadorizada, ressonância maginética, radioterapia e medicina nuclear.

Quando utilizar a Radiologia Veterinária?

Ao receber um paciente, nem sempre é evidente o problema ou a doença acometida. Descobrir o que se passa com um animal de estimação não é tarefa fácil e requer sensibilidade do veterinário, o relato preciso dos sintomas apresentados pelo dono, e os resultados de exames laboratoriais diversos, além disso, os exames de diagnóstico por imagem entram nesse contexto para auxiliar no diagnóstico e tratamento do paciente.

Um diagnóstico feito por meio de imagens permite saber qual região do corpo do pet está sendo afetada e qual a extensão da doença. Este é um ponto crucial para decidir quando uma intervenção cirúrgica é necessária, por exemplo, além de orientar o médico veterinário no procedimento a ser escolhido.

Vantagens para o médico veterinário.

Com o avanço da tecnologia a aquisição de aparelhos científicos e radiológicos tornou-se acessível ao mercado para vários profissionais da área da saúde, dentre eles o médico veterinário. 

Profissionais que antes encaminhavam seus pacientes para clínicas especializadas em Radiologia Veterinária deparavam com situações desconfortáveis, indo desde a locomoção do animal para outro local, longo período de espera para o laudo radiológico, custo elevado na realização do exame além do descontentamento do proprietário do animal com o atendimento esterno e outras situações que geram intercorrências. 

O número de hospitais e clínicas veterinárias que oferecem serviços de diagnósticos vem aumentando consideravelmente nos últimos anos, pois além de oferecerem serviços de radiodiagnósticos e análises clinicas, otimizam a clínica do animal salvando vidas além da satisfação do seu proprietário. 

O investimento necessário para a compra de um aparelho de raios-x para uso em animais de médio e pequeno porte é relativamente baixo, algo em torno dos quinze mil reais aproximadamente, considerando a necessidade da preparação da sala com barita, laudos especiais além dos acessórios radiológicos como reveladora, filmes, negatoscópio, cone, divisor, aventais, protetores de tireóide, luvas e óculos de chumbo dentre outros materiais necessários e indispensáveis.Estatística esta considerada positiva em relação ao custo benefício os quais o mesmo oferece ao investidor. 

No entanto o veterinário deve dar atenção para algumas normas e conceitos sobre proteção radiológica e os riscos de contaminação os quais são muito importantes e merecem cuidados.Temos a informação que há fornecedor de aparelhos de raios-x de utilização veterinária que informam não ser necessário o uso de baritas para seus aparelhos, pois são equipamentos de baixa voltagem e kilovoltagem o que pode gerar erros de interpretação ocasionando contaminação operacional, pois nestes casos muitas vezes se entende não ser necessário o uso de vestimenta de chumbo para proteção, o que é muito preocupante.

Como posso entrar nesse mercado?

Na FATESA VET temos o curso de Pós-graduação em Radiologia Veterinária que possibilita ao profissional adquirir conhecimento e capacitação para atuar na prática de RADIOLOGIA veterinária de pequenos animais, aprimorar estudos radiológicos, participar de pesquisas científicas na área de diagnóstico por imagem e obter informações atualizadas nos diferentes segmentos da radiologia veterinária.

 

Quer saber mais sobre este curso?
Clique Aqui

 

 

Envie seu comentário

    Comentários

    Nenhum comentário.

    Nossos cursos são registrados e/ou qualificados pelas associações: